2ª Tessalonicenses - A Volta de Cristo - Epistola de Paulo

Esboço
Saudações (1.1,2)
I - Paulo Encoraja os Tessalonicenses na Perseguição (1.3-12)
A} - A Gratidão de Paulo pelo Crescimento Espiritual dos Tessalonicenses (1.3)
B} - Paulo Elogia Outras Igrejas pela Sua Perseverança (1.4)
C} - A Certeza de um Final Ditoso (1.5-10)
D} - As Orações de Paulo em Favor dos Tessalonicenses (1.11,12)
II - Paulo Corrige Crenças Erradas dos Tessalonicenses (2.1-17)
A} - O Dia do Senhor Ainda Não Ocorreu (2.1,2)
B} - O Homem do Pecado se Manifestará Antes (2.3-12)
C} - Os Tessalonicenses Devem Ficar Firmes na Solidez da Verdade e da Graça  (2.13-17)
III - Paulo Admoesta os Tessalonicenses Sobre a Vida Prática Cristã (3.1-15)
A} - Orando por Ele (3.1,2)
B} - Permanecendo Firmes no Senhor (3.3-5)
C} - Separando-se dos Desordeiros e Vivendo Exemplarmente (3.6-15)
Saudação Final e Bênção (3.16-18)

Autor: Paulo
Tema: A Volta de Cristo
Data: Cerca de 51 ou 52 d.C.

Considerações Preliminares

Ao escrever Paulo esta epístola, a situação na igreja de Tessalônica era quase a mesma da ocasião em que ele escreveu a primeira carta (ver introdução a 1 Tessalonicenses). É provável, pois, que esta carta tenha sido escrita apenas poucos meses depois de 1 Tessalonicenses, quando Paulo ainda se encontrava trabalhando em Corinto com Silas e Timóteo (1.1; cf. At 18.5). Tudo indica que Paulo, ao ser informado do acolhimento da sua primeira carta e do progresso dos crentes tessalonicenses, foi movido a escrever esta segunda carta.

Propósito

O propósito de Paulo nesta epístola é semelhante ao de 1 Tessalonicenses: (1) animar seus novos convertidos perseguidos; (2) exortá-los a dar bom testemunho cristão e a trabalhar cada um pelo seu sustento; e (3) corrigir certos erros doutrinários sobre eventos dos tempos do fim, ligados ao Dia do Senhor (“Dia de Cristo’’) (2.2).

Visão Panorâmica

O tom da primeira carta de Paulo aos tessalonicenses é o de uma ama que cria os seus filhos (1 Ts 2.7). Na segunda, o tom é primeiramente o de um pai que disciplina os filhos desobedientes para corrigir seus caminhos (3.7-12; cf. 1 Ts 2.11). Elogia-os, porém, pela sua fé perseverante e volta a encorajá-los a permanecer fiéis em todas as perseguições (1.3-7).
A seção principal da carta trata do Dia do Senhor, no seu aspecto escatológico (2.1-12; cf. 1.7-10). Afigura-se de 2.2 que alguns em Tessalônica afirmavam por “espírito” (suposta revelação profética), por “palavra” (mensagem verbal) ou “epístola” (supostamente escrita por Paulo), que o tempo da grande tribulação e o Dia do Senhor já haviam começado. Paulo corrige tal erro, declarando que três eventos notáveis assinalarão e precederão a chegada do Dia do Senhor (2.2): (1) ocorrerá uma grande apostasia e rebelião (2.3); (2) a restrição determinada por Deus para resistir à injustiça, será removida (2.6,7); e (3) “o homem do pecado” se revelará (2.3,4,8-11). Paulo repreende aqueles que, na igreja, estavam se aproveitando da expectativa da iminente volta de Cristo como desculpa para a ociosidade. Exorta os crentes a serem diligentes e disciplinados no seu viver (3.6-12).

Características Especiais

Três são as características especiais desta epístola. (1) Ela contém um dos trechos mais completos do NT a respeito da iniqüidade e da impostura desenfreadas, no final dos tempos (2.3-12). (2) O justo juízo de Deus, vinculado à segunda vinda de Cristo é descrito aqui em termos apocalípticos, como no livro de Apocalipse (1.6-10; 2.8). (3) Emprega termos descritivos do Anticristo que não se acham noutras partes da Bíblia (2.3,8).

visualizar imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário