1ª Tessalonicenses - A Volta de Cristo - Epistola de Paulo

Esboço
Saudações Cristãs (1.1)
I - A Gratidão Pessoal de Paulo aos Tessalonicenses (1.2—3.13)
A} - Regozija-se na Nova Vida dos Tessalonicenses em Cristo (1.2-10)
1. A Fé, Amor e Esperança dos Tessalonicenses (1.2,3)
2. Sua Conversão Genuína (1.4-6)
3. Seu Bom Exemplo para os Outros (1.7-10)
B} - Reminiscências do Seu Trabalho na Vida dos Tessalonicenses (2.1—3.8)
1. Recorda Seus Labores entre os Tessalonicenses (2.1-12)
2. Recorda a Aceitação por Parte dos Tessalonicenses (2.13-16)
3. Mantém o Seu Interesse pelos Tessalonicenses (2.17—3.8)
C} - Oração para que Deus lhe Conceda Voltar, e pelo Progresso Espiritual dos Tessalonicenses e Sua Conservação em Santidade (3.9-13)
II - Instruções Práticas aos Tessalonicenses (4.1—5.22)
A} - A Respeito da Pureza Sexual (4.1-8)
B} - A Respeito do Amor Fraternal (4.9,10)
C} - A Respeito do Trabalho Honesto (4.11,12)
D} - A Respeito da Vinda de Cristo (4.13—5.11)
1. O Estado dos Mortos em Cristo (4.13-18)
2. A Preparação dos Vivos em Cristo (5.1-11)
E} - A Respeito da Estima aos Dirigentes Espirituais (5.12,13)
F} - A Respeito da Vida Cristã (5.14-18)
G} - A Respeito do Discernimento Espiritual (5.19-22)
Conclusão (5.23-28)
A} - Oração pela Santificação e Preservação dos Tessalonicenses (5.23,24)
B} - Petições Finais e Bênção (5.25-28)

Autor: Paulo
Tema: A Volta de Cristo
Data: Cerca de 51 d.C.

Considerações Preliminares

Tessalônica, situada há pouco menos de 160 km a sudoeste de Filipos, era a capital, cidade principal e porto da província romana da Macedônia. Entre os 200.000 habitantes da cidade, havia ali uma grande comunidade judaica.
Quando Paulo fundou a igreja tessalonicense, na sua segunda viagem missionária, seu frutífero ministério ali foi encerrado prematuramente devido à intensa hostilidade judaica (At 17.1-9).
Forçado a sair de Tessalônica, Paulo foi a Beréia, onde outro ministério breve, porém bem- sucedido, foi interrompido pela perseguição movida pelos judeus que o seguiram desde Tessalônica (At 17.10-13). A seguir, viajou para Atenas (At 17.15-34), onde Timóteo se encontrou com ele; depois, Paulo enviou Timóteo de volta à Tessalônica para verificar a condição da nova igreja (3.1-5); ao mesmo tempo, Paulo seguiu para Corinto (At 18.1-17). Timóteo, ao completar sua tarefa, viajou para Corinto levando a Paulo informações sobre a igreja tessalonicense (3.6-8), o que levou Paulo a escrever esta carta, talvez três a seis meses após fundada a igreja.

Propósito

Por ter sido Paulo forçado pela perseguição a sair de Tessalônica, os novos convertidos receberam apenas um mínimo de ensino sobre a vida cristã. Ao saber Paulo, por meio de Timóteo, das reais circunstâncias, escreveu esta epístola (1) para expressar sua alegria pela fé e perseverança dos tessalonicenses em meio à perseguição, (2) para instruí-los na santidade e na vida piedosa e (3) para elucidar certas doutrinas, especialmente no tocante à situação dos crentes que morrem antes da volta de Cristo.

Visão Panorâmica

Depois de saudar a igreja (1.1), Paulo, com alegria, enaltece os tessalonicenses pelo seu zelo e fé perseverantes em meio à adversidade (1.2-10; 2.13-16). Responde às críticas contra ele, relembrando à igreja a pureza dos seus motivos (2.1-6), a sinceridade da sua afeição e solicitude pelo rebanho (2.7,8,17-20; 3.1-10) e a integridade da sua conduta entre eles (2.9-12). Paulo destaca a necessidade e importância da santidade e do poder na vida cristã. O crente precisa ser santo (3.13; 4.1-8; 5.23,24), e o evangelho, acompanhado pelo poder e manifestação do Espírito Santo (1.5). Paulo admoesta os tessalonicenses a não extinguirem o Espírito, ao desprezar as suas manifestações, especialmente a profecia (5.19,20).
Um tema de destaque é a volta de Cristo para livrar seu povo da ira de Deus sobre a terra (1.10; 4.13-18; 5.1-11). Parece que alguns crentes haviam morrido em Tessalônica, motivando preocupação sobre a sua salvação final. Por isso, Paulo explica o plano de Deus para os santos que já tiverem partido quando Cristo voltar para buscar a sua igreja (4.13-18), e exorta os vivos sobre a importância de estarem preparados quando Ele vier (5.1-11). Paulo termina a carta com uma oração pela santificação e preservação espiritual dos tessalonicenses (5.23,24).

Características Especiais

São quatro as características principais desta epístola. (1) Ela foi um dos primeiros livros escritos do NT. (2) Contém textos chaves do NT sobre a ressurreição dos santos falecidos por ocasião do arrebatamento da igreja (4.13-18), e a respeito do “Dia do Senhor” (5.1-11). (3) Todos os cinco capítulos fazem referência à volta de Cristo e à relevância deste evento para os salvos (1.10; 2.19; 3.13; 4.13-18; 5.1-11,23). (4) Oferece uma visão única (a) do estado de uma igreja zelosa, mas imatura, no começo da década de 50 d.C., e (b) das características do ministério de Paulo como pioneiro do evangelho.

visualizar imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário